Doenças Vasculares

Aneurisma

Os aneurismas podem se formar em qualquer artéria do corpo em decorrência de um processo de dilatação anormal geralmente relacionado com o enfraquecimento das paredes arteriais ou enfermidades como inflamações, infecções, traumatismos ou processos degenerativos como o da aterosclerose. Nem todos os aneurismas necessitam de indicação cirúrgica e devem ser acompanhados cuidadosamente para verificação contínua de possíveis alterações.

Leia mais

Aterosclerose

Considerada umas das maiores causas de óbitos em todo mundo, a aterosclerose consiste no acúmulo de gordura na parede das artérias que formará uma placa de obstrução levando ao seu estreitamento gradual ou até mesmo o bloqueio total resultando em infarto e derrames. Os principais fatores de risco da doença são pressão alta, tabagismo, diabetes, sedentarismo, obesidade, colesterol elevado e histórico familiar.

Leia mais

Carótida

Principais responsáveis pelo transporte de sangue com oxigênio e nutrientes para o cérebro, essas artérias quando obstruídas poderá levar o paciente a um acidente vascular cerebral (AVC), popularmente conhecido como derrame. Além disso podem ser acometidas por aneurismas, tumores, entre outros.

Leia mais

Embolia Pulmonar

Pacientes portadores de trombose venosa profunda, podem apresentar coágulo formados na região da perna que ao se deslocarem e obstruírem uma artéria do pulmão desenvolvem o quadro chamado Embolia Pulmonar. Conforme tamanho e extensão da área afetada, caracteriza-se uma doença grave podendo esta ser fatal.

Leia mais

Feridas de doença arterial

A oclusão das artérias dos membros inferiores decorrente de aterosclerose avançada, acarreta um déficit de oxigenação e nutrição dos tecidos, fator de predisposição ao aparecimento de feridas em proeminências ósseas ou dedos. Os fatores de risco para o desenvolvimento da doença são diversos, destacando o tabagismo, pressão alta, diabetes, hereditariedade, entre outros.

Leia mais

Pé Diabético

Responsável por um grande número de amputações por ano, o pé diabético é a expressão que resume o conjunto de complicações nos pés, incluindo as ulcerações. A úlcera do pé diabético pode ter várias origens sendo Neuropática, quando ocorrem alterações em nervos que resultam na redução da sensibilidade à dor, Vascular ou isquêmica, quando ocorrem problemas circulatórios nas extremidades dos membros inferiores e Neurovascular, quando ocorre a combinação das complicações neuropáticas, vasculares e infecciosas.

Leia mais

Trombose Venosa Profunda

Potencialmente grave, a trombose venosa profunda é causada pela formação de coágulos no interior das veias profundas geralmente localizadas nos membros inferiores que impedem o fluxo sanguíneo e ao se desprenderem migram para a circulação.

Leia mais

Tumor Glômico Carotídeo

Também conhecido como corpo carotídeo ou glômico, trata-se de um tumor benigno, raro decorrente de alterações genéticas que promove a bifurcação da artéria carótida. Mesmo sendo lento e contínuo, seu crescimento promove uma diminuição da chegada de sangue no cérebro, comprimindo os órgãos em volta necessitando de tratamento cirúrgico.

Leia mais

Úlcera Venosa

As úlceras venosas surgem devido ao acúmulo de sangue nos membros inferiores sendo o estágio mais grave da insuficiência venosa crônica. Na maioria a dos casos as úlceras aparecem próximas ao maléolo medial (região do tornozelo), afetando principalmente o sexo feminino e idosos com doenças subjacentes. Além disso o aparecimento da doença é favorecido em pacientes portadores de diabetes ou problemas cardíacos.

Leia mais

Varizes

Acometendo grande parte da população mundial, varizes são veias superficiais, alongadas tortuosas e dilatadas que apresentam coloração purpúrica e diâmetro maior que 3 mílimetros, caracterizando uma alteração funcional do sistema circulatório causadas por alterações genéticas, hormonais e estilo de vida.

Leia mais

Sua saúde está em boas mãos!