Feridas de Doença Arterial

A oclusão das artérias dos membros inferiores decorrente de aterosclerose avançada, acarreta um déficit de oxigenação e nutrição dos tecidos, fator de predisposição ao aparecimento de feridas em proeminências ósseas ou dedos.

Os fatores de risco para o desenvolvimento da doença são diversos, destacando o tabagismo, pressão alta, diabetes, hereditariedade, entre outros.


SINTOMAS E DIAGNÓSTICO:
Pacientes portadores de feridas por doença arterial, apresentam dor na perna ao caminhar, poucos pelos na perna e unhas quebradiças. Seu diagnóstico é feito no ato da consulta médica sob análise do cirurgião vascular. Exames complementares como ultrassonografia Doppler e arteriografia fazem necessário para estudo de caso e escolha do tratamento mais eficaz.
TRATAMENTO:
Após o tratamento da doença arterial oclusiva, inicia-se a medicação para lesão. Caso a lesão não estiver infeccionada, o tratamento iniciará pelo controle dos fatores de risco da aterosclerose.