Tumor Glômico Carotídeo

Também conhecido como corpo carotídeo ou glômico, trata-se de um tumor benigno, raro decorrente de alterações genéticas que promove a bifurcação da artéria carótida.

Mesmo sendo lento e contínuo, seu crescimento promove uma diminuição da chegada de sangue no cérebro, comprimindo os órgãos em volta necessitando de tratamento cirúrgico.


SINTOMAS E DIAGNÓSTICO:
Geralmente a doença se apresenta de forma assintomática podendo apresentar tumor palpável no pescoço, rouquidão, dificuldade e dor ao engolir, dor de cabeça, sensação de pressão, entre outros. Seu diagnóstico se dá através de exames para avaliação utilizando exames como ultrassonografia, ressonância magnética ou tomografia para confirmação.
TRATAMENTO:
O tratamento da doença é realizado com a intervenção cirúrgica para a retirada do tumor. Alguns casos são beneficiados com a realização de embolização do tumor por técnica endovascular antes da realização da cirurgia, uma vez que esta técnica pode diminuir o tumor, facilitando a realização da cirurgia diminuindo a possibilidade de sangramento no intraoperatório.